DESTAQUES DO BLOG

21/08/14

O PT não pode cobrar fidelidade de ninguém, dispara Lídice da Mata


Questionada sobre uma possível traição ao PT, a candidata do PSB ao governo do Estado, Lídice da Mata, não usou de artifício para contra-atacar o antigo aliado.  “Se há alguém que não pode cobrar de qualquer outro fidelidade é o PT. Alguém aqui esquece que o PT participou do meu governo, saiu do meu governo e no dia seguinte me atacava mais que o PFL? A política não cabe esse tipo de título. Eu sou leal na aliança política. Saiu da administração de João Henrique e passou a atacá-lo”, criticou em entrevista à rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (21).

As críticas ao PT não param por aí. Segundo Lídice, o Partido dos Trabalhadores só aceita discutir renovação dentro do seu "time" político. “Ele trai um princípio fundamental na democracia que é a alternância do poder, e trai outro principio fundamental na frente política, que é transforma-se dono dessa frente”, disse.

Sobre a morte do ex-goverandor Eduardo Campos, na quarta-feira passada, num acidente aéreo, Lídice admitiu que o fato mudou a campanha eleitoral em todo o país. "A morte de Eduardo foi trágica e dolorosa para o PSB. Claro que trará repercussões. Foi um candidato promissor, mas é substituído por uma pessoa que já tinha uma participação eleitoral. Marina, nesse momento, tem o que era dela e tudo que Eduardo construiu. Entra com uma potencialidade maior do que teria se não fosse a perda de Eduardo", disse.

Num prognostico otimista, a senadora acredita em um segundo turno entre a candidata do PT e a do PSB. "Acredito no segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva", supôs.

Fugindo da objetividade que lhe é peculiar, Lídice da Mata não negou e nem confirmou que está sendo apoiada pelo ex-prefeito de Salvador João Henrique (PSL). "Eu tenho divergências claras com o ex-prefeito de Salvador. Saimos do governo dele por causa do PDDU, que não concordávamos. Ele não é candidato, entrou no PSL recentemente e o PSL tem uma relação histórica com o PSB. O que há é uma repetição da aliança que havia sido produtiva para os dois partidos em 2010. Na Bahia, temos só o filho e a esposa do ex-prefeito na nossa chapa. Fico surpreendida, tanta troca foi feita, o ex-prefeito que não é candidato ser foco de grande entrave na campanha eleitoral", ressaltou.

Atenção:


Fonte: Bocão News

PT e Rui Costa são multados em R$ 144 mil por propaganda eleitoral antecipada


PT e Rui Costa são multados em R$ 144 mil por propaganda eleitoral antecipada
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) condenou, nesta quarta-feira (20), o Partido dos Trabalhadores e o candidato ao governo do Estado Rui Costa a pagar mais de R$ 144 mil por propaganda eleitoral antecipada. Segundo ação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral, que pedia multa de R$ 49.844, o partido teria utilizado o espaço gratuito assegurado constitucionalmente de propaganda partidária para difundir plataformas do candidato. A peça publicitária foi veiculada na TV Bahia em maio. Rui Costa alegou que não houve desvio de finalidade, já que o conteúdo “é estritamente direcionado à plataforma de governo do partido e às suas ações de gestão pública no âmbito do Poder”. Além disso, segundo o candidato, “não houve pedido de votos, menção ao pleito ou divulgação de candidatura, mas apenas a veiculação de discursos de dois representantes do partido, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e o próprio demandado, sendo que este, à época dos fatos, sequer era candidato a cargo eletivo”. Mas para o juiz relator Salomão Viana, “não se pode, nem de longe, dizer que tenha havido apenas propaganda partidária”. “O que há, em verdade – e isto é escancarado – é a vinculação entre as pessoas do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e o então pré-candidato e atual candidato ao cargo de governador do Estado, Rui Costa, com referência à participação de ambos no que é por eles considerado o sucesso alcançado na gestão do governo federal. [...] A conotação eleitoral é, pois, claríssima”, defende Viana, na decisão. O magistrado ainda determinou que o valor da multa deveria ser correspondente ao custo da propaganda que, segundo a própria emissora em que foi veiculada, foi de R$ 144.310.

Bahia Notícias

Após tragédia de Eduardo, deputado do PSB morre vítima de acidente


Dez dias após sofrer um acidente de carro e ficar internado no interior do Espírito Santo, o deputado estadual Glauber Coelho (PSB) morreu na manhã de quarta-feira, 20. Ele é o segundo político vítima de acidente durante a campanha de 2014. Na semana passada, um acidente de avião vitimou o ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência da república Eduardo Campos (PSB).

A morte de Coelho foi confirmada na manhã de quarta-feira(20) pelo próprio PSB. No domingo dia 10 de agosto, Coelho sofreu um acidente automobilístico na localidade de Pacotuba, zona rural de Cachoeiro de Itapemirim, na qual ele teve compromissos de campanha. Ele estava em seu primeiro mandato e em campanha rumo à reeleição.
Desde então, Coelho permaneceu hospitalizado no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim. Na sexta-feira, 15, os médicos detectaram um edema cerebral no deputado. Ele também passou por uma traqueostomia mas não vinha apresentando melhoras significativas. 
Coelho estava no primeiro mandato como deputado federal e era o 2º vice-presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Espírito Santo. O parlamentar tinha 40 anos, nasceu em Cachoeiro de Itapemirim, era casado e tinha uma filha de dois anos e três meses.


20/08/14

Agência do Banco do Brasil de Inhambupe foi arrombada nesta quarta-feira(20)

Vidro arrombado por criminosos
Imagem - Blog Ronaldo Leite
Pela segunda vez esse ano (2014) o Banco do Brasil de Inhambupe sofreu uma tentativa de roubo. Segundo as informações que chegaram ao nosso Blog à tentativa de arrombamento aconteceu nessa madrugada de terça para quarta, onde possíveis bandidos queriam furtas o cofre ou os caixas eletrônicos da instituição.

Essa é a segunda vez que criminosos arrombam o vidro da agência do Banco do Brasil. A Primeira vez ocorreu no dia 26 de março desse mesmo ano, onde os criminosos conseguiram furtar R$ 560,00 de moedas. Saiba mais informações sobre o Primeiroarrombamento

Atenção:
Ao entrar no Blog, deixe o seu voto nas  Pesquisas de Presidente do Brasil, Governador da Bahia e senador. As Enquetes estão situadas no lado esquerdo de seu MONITOR. Não Esqueça!! Depois divulgaremos os Resultados.  Agradece o Blog Se Liga na Informação!!!


Blog Se Liga na Informação - Aqui você fica bem Informado!!!

Investigação -Vídeo mostra queda do avião de Eduardo Campos: Assista:


'Jornal da Globo' exibiu imagens de uma câmera de segurança que registrou o momento do desastre. Vídeo mostra jatinho caindo de bico e em alta velocidade

Vídeo de câmera de segurança mostra queda de aeronave (à dir., a imagem aproximada e destacada do jatinho)
Vídeo de câmera de segurança mostra queda da aeronave de Campos (à dir., a imagem aproximada e destacada do jatinho)  (Reprodução/TV Globo/VEJA)
Imagens da câmera de segurança de um prédio em construção em Santos registraram a queda de avião que matou o presidenciável Eduardo Campos na semana passada. O vídeo, exibido na noite desta terça-feira pelo Jornal da Globo (veja as imagens no site do jornal), mostra o jatinho que carregava o candidato do PSB à Presidência caindo de bico em alta velocidade e desaparecendo atrás de um edifício. Há um clarão no momento da explosão e, em seguida, uma coluna de fumaça pode ser vista se erguendo no local.

Leia também:
Dispositivo da asa pode elucidar queda do avião de Campos
Caixa-preta não gravou áudio do voo de Campos, diz FAB

Essas são as primeiras imagens registradas do acidente aéreo com o Cessna de Campos e podem ajudar a esclarecer as circunstâncias que provocaram o desastre na última quarta-feira. Além do ex-governador de Pernambuco, a tragédia matou mais seis pessoas – quatro assessores do candidato e os dois pilotos do jatinho.

Segundo o jornal, o vídeo só foi descoberto agora por causa do erro no horário da câmera de segurança. O sistema de monitoramento do prédio em construção marca 11h03 quando o avião de Campos aparece na imagem – o acidente ocorreu por volta das 10h. A câmera que gravou o desastre fica localizada a cerca de 500 metros do local da queda.

Um especialista consultado pelo Jornal da Globo analisou as imagens e estimou que a aeronave tinha uma inclinação de 45 graus no momento da queda, o que indica um mergulho em alta velocidade em direção ao solo. Para o perito, as condições sugerem uma perda de controle do jatinho.

O acidente – O avião de Campos caiu em uma área residencial de Santos depois de partir do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, em direção ao Guarujá. Por causa do mau tempo na região, com chuva, neblina e vento, o piloto decidiu abortar o pouso na Base Aérea de Santos e arremeter. Ao fazer a volta para tentar uma nova aterrissagem, o Cessna caiu, por motivos ainda desconhecidos, no bairro do Boqueirão.


Fonte: Revista Veja

19/08/14

Mais de 90% dos brasileiros estão insatisfeitos com saúde pública e privada


Pesquisa do Datafolha aponta que principais problemas do setor são as filas de espera, o acesso aos serviços públicos e a gestão dos recursos


Mais de 90% dos brasileiros estão insatisfeitos com saúde pública e privada Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Saúde é a área de maior importância para 87% dos brasileiros, indica pesquisa do Instituto DatafolhaFoto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS
Os serviços públicos e privados de saúde no Brasil são considerados regulares, ruins ou péssimos por 93% da população. O levantamento foi feito pelo Instituto Datafolha a pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Paulista de Medicina (APM). A pesquisa mostra que os principais problemas enfrentados pelo setor incluem filas de espera, acesso aos serviços públicos e gestão de recursos. De acordo com o estudo, a saúde é apontada como a área de maior importância para 87% dos brasileiros. Para 57%, o tema que deve ser tratado como prioridade pelo governo federal.
Os dados revelam que, em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS), os pontos mais críticos são os relacionados ao acesso e ao tempo de espera. Mais da metade dos entrevistados que buscaram atendimento na rede pública relatou ser “difícil ou muito difícil” conseguir o serviço pretendido — sobretudo cirurgias, atendimento domiciliar e procedimentos específicos como hemodiálise e quimioterapia.
Em relação à qualidade dos serviços, 70% dos que buscaram o SUS disseram estar insatisfeitos e atribuíram avaliações que variam de regular a péssimo. A percepção mais negativa está relacionada ao atendimento nas urgências, emergências e em pronto-socorros.

Leia todas as notícias do Brasil

Entre os entrevistados, pelo menos 30% declararam estar aguardando ou ter alguém na família à espera de marcação ou realização de algum procedimento na rede pública. Mesmo entre os que possuem plano de saúde, 22% aguardam algum tipo de atendimento no SUS.
Os dados mostram que duas em cada dez pessoas ouvidas conseguiram ser atendidas no prazo de um mês, enquanto 29% esperam há mais de seis meses para que o procedimento necessário seja realizado. O grupo que passa mais tempo aguardando atendimento do SUS é formado por mulheres com idade entre 25 e 55 anos, que concluíram o ensino fundamental e residem na Região Sudeste.
A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 10 de junho de 2014 e ouviu 2.418 homens e mulheres com idade mínima de 16 anos em todos os Estados brasileiros. A margem de erro é de dois pontos percentuais.
O presidente do CFM, Roberto Luiz d'Avila, avaliou que o resultado apontado pela pesquisa é de insatisfação com a saúde como um todo:
— As respostas estão aí para serem analisadas. Não somos nós, médicos, que continuamos a dizer que a insatisfação é muito grande. No nosso meio, temos certeza absoluta de que esse atendimento é insatisfatório. E eu diria mais: é prejudicial.
Já o vice-presidente do conselho, Carlos Vital, classificou as dificuldades enfrentadas pelo setor como crônicos.
— Orçamento e administração são os principais problemas. Não podemos continuar nessa espera. Vidas humanas se perdem nesse processo — comentou.
Ministério da Saúde informou que os recursos destinados à rede pública mais do que triplicaram nos últimos 11 anos, passando de R$ 27,2 bilhões, em 2003, para R$ 91,6 bilhões, em 2014.

* Agência Brasil

Hoje Faz 7 anos que Inhambupe perdeu uma de suas maiores Lideranças políticas: Simone Neri

A então Prefeita Simone Neri na campanha
de Reeleição em 2000
Num Período em que uma grande perda política aconteceu no Brasil. Hoje (19) faz sete anos que um das principais lideranças políticas de Inhambupe não está entre nós.  Simone Neri entrou de vez para rol da história política de Inhambupe e Região.  Assim Como ACM na Bahia e Eduardo Campo em Pernambuco. Simone Neri representava aos Inhambupenses uma esperança de uma cidade melhor, mais justa, mais desenvolvida e acima de tudo o respeito e o carinho de uma Líder que amava seu povo.

Simões Neri é considerada pelos inhambupenses como uma das melhores administradoras da cidade. Foi a primeira e única mulher prefeita de Inhambupe. Simone foi responsável por grandes realizações na cidade: como a Construção do Novo fórum, Construção de uma nova ponte, construção e reformas de diversas escolas, Banho de Luz na entrada da cidade, calçamento e saneamento de todo o bairro da Úrbis, implantação do Correio, Distribuição de mais de 500 lotes para construção de casas. Sob Sua administração, o município obteve destaque na agricultura baiana pela produção de maracujá, abacaxi, batata doce e mandioca. Na pecuária, os rebanhos de equinos, bovinos, ovinos e suínos foram considerados de excelentes qualidades. Simone deixou um brilhante trabalho no município e um legado de serviços públicos prestados à população inhambupense no que se refere à assistência ao homem do campo e à mulher, criando o Departamento da Mulher, gerando condições de emprego e renda. A exato seis anos Inhambupe e Bahia perderam uma grande líder política, mãe de uma família exemplar, uma mulher especial que se destacava em meio a multidão em qualquer evento social pela sua altivez, dignidade, simplicidade, elegância, inteligência, cultura e espírito público."Simone  Simone Neri foi a única gestora a morrer no poder. Administrações: 1997-2000 / 2005 -2007.


"Simone, como era conhecida, foi considerada uma grande defensora dos humildes, pessoa distinta, de fino trato e importante espírito público, sempre preocupada com as camadas sociais mais pobres do município". Essa foi a homenagem do Blog Se Liga na Informação a saudosa e eterna Prefeita Simone Neri. 7 anos de muitas saudades

Atenção:
Ao entrar no Blog, deixe o seu voto nas  Pesquisas de Presidente do Brasil, Governador da Bahia e senador. As Enquetes estão situadas no lado esquerdo de seu MONITOR. Não Esqueça!! Depois divulgaremos os Resultados.  Agradece o Blog Se Liga na Informação!!!


Blog Se Liga na Informação - Aqui você fica bem Informado!!!


Dilma diz no “Jornal Nacional” que PT criou a CGU. Está errado! A CGU foi criada em 2001, no governo… FHC!



Cuidado, Wikipédia! O Planalto pode tentar mudar a história da Controladoria-Geral da União e atribuir a paternidade a Lula. Seria mais uma batida na carteira do governo FHC. Afinal, como se sabe, o PT reivindica até mesmo ter debelado a inflação no país, não é? Daqui a pouco, vai dizer que foi o criador do Plano Real. Ao afirmar que os governos petistas combateram a corrupção como nenhum outro, Dilma saiu-se com a seguinte resposta:
“Bonner, (…) nós, justamente, fomos aquele governo que mais estruturou os mecanismos de combate à corrupção, à irregularidade e malfeitos. Por exemplo, a Polícia Federal, no meu governo e no do presidente Lula, ganhou imensa autonomia. Para investigar, para descobrir, para prender. Além disso, nós tivemos uma relação muito respeitosa com o Ministério Público. Nenhum procurador-geral da República foi chamado, no meu governo ou no do presidente Lula, de engavetador-geral da República. Por quê? Porque também escolhemos, com absoluta isenção, os procuradores. Outra coisa: fomos nós que criamos a Controladoria-Geral da União, que se transformou num órgão forte e também que investigou e descobriu muitos casos. Terceiro, aliás, eu já estou no quarto. Nós criamos a Lei de Acesso à Informação. Criamos, no governo, um portal da transparência. (…)
Bem, vamos ver. Quem apelidou o então procurador-geral da República de “engavetador-geral da República” foi o PT, que sempre é bom para dar apelidos que desmerecem os adversários, não é mesmo? De resto, o Ministério Público não tem hoje nem mais nem menos autonomia do que tinha no governo FHC. A acusação que Dilma faz, no fim das contas, não é dirigida nem contra Brindeiro nem contra o ex-presidente, mas atinge o próprio MP. Como esquecer que, quando o PT era oposição, uma ala de procuradores militantes passou a atuar de maneira escancaradamente política para produzir uma indústria de denúncias? Isso é apenas um fato.
Mas esse nem é o ponto principal. À diferença do que disse a presidente no Jornal Nacional, não foi o governo petista que criou a Controladoria-Geral da União. Foi o governo FHC, em 2001, por meio da Medida Provisória n° 2.143-31, de 2 de abril de 2001. O órgão se chamava, então, Corregedoria-Geral da União. Houve apenas uma mudança de nome, mas não de função: combater, no âmbito do Poder Executivo Federal, a fraude e a corrupção e promover a defesa do patrimônio público.
A ministra que primeiro assumiu a CGU foi Anadyr Mendonça, que prestou um relevante serviço na consolidação do órgão. Pois é… Lula já tomou para si o “Bolsa Família”, que é um ajuntamento de benefícios que já eram pagos no governo FHC. Agora, Dilma muda a história para afirmar que a CGU, criada na governo tucano, também é obra de seu partido.
É até desejável que governantes sejam criativos em matéria de futuro. Ser criativo com o passado costuma caracterizar fraude intelectual.
Atenção:


Fonte: Revista Veja

18/08/14

Paulo Souto recebe apoio de petista e anuncia bolsa para ensino médio


Oposicionistas em encontro nesta segunda-feira
O candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia” ganhou mais uma adesão petista na manhã desta segunda-feira (18). Candidato pelo PT a prefeito de Paramirim nas duas últimas eleições, Antonio Carlos Oliveira Viana, o Tolinha, e seu grupo político anunciaram apoio à chapa oposicionista. “O governador Jaques Wagner preferiu apoiar o nosso adversário do PSD em 2012, portanto não temos compromisso nenhum de prestar qualquer ajuda à eleição do candidato que ele impôs e que não está sendo aceito pela Bahia”, disse Tolinha, que também estava acompanhado pelo candidato a deputado federal José Carlos Aleluia. As adesões a Paulo Souto e Geddel não se limitaram a Paramirim. Também anunciaram que estão com a oposição lideranças de Maiquinique, como o ex-prefeito Jesulino Porto, Cipó, Mundo Novo, Valença, Itatim, Ubaitaba, Tanhaçu, Lajedão, João Dourado, Jequié, Cordeiro, Contendas do Sincorá, Bonito, Barro Alto, Anguera, Almadina e Mucuri. Em entrevista à Rádio Sociedade, pela tarde, Paulo Souto anunciou a proposta de criação de um programa de incentivo financeiro a alunos do ensino médio da rede estadual, que vivem em áreas com elevada taxa de violência. “Vamos intensificar o ensino em tempo integral e estabelecer uma poupança para que os jovens permaneçam nas escolas, longe da criminalidade”, disse. De acordo com o candidato oposicionista, o benefício financeiro, que tem como objetivo diminuir a evasão escolar e desestimular o ingresso de jovens no mundo do crime, só poderia ser sacado após a conclusão do Ensino Médio. “Essa é uma medida de prevenção à violência que defendo, assim como a implantação de programas de urbanização em áreas dominadas pelo crime organizado e o aumento da oferta de serviços públicos e sociais nessas áreas de grande vulnerabilidade”, afirmou Souto.
Atenção:

Fonte: Política Livre

Aleluia: “Até tu, Rui, na oposição?”


Presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia
“Até tu, Rui, quer ser candidato da oposição ao governo?”, indaga de forma irônica o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, depois de assistir à entrevista do petista no BA-TV, da TV Bahia, no início da noite desta segunda-feira (18). “Depois de renegar o padrinho de sua candidatura, o governador Jaques Wagner, evitando tê-lo ao lado em suas placas de campanha, ele agora admite o fracasso da política de segurança pública do atual governo e condena a falta de treinamento da polícia baiana”, diz Aleluia. Destacando que o petista também reconheceu o caos do sistema estadual de saúde na gestão Wagner, Aleluia observou que Rui Costa assinou o atestado de incompetência de um governo do qual ele participou efetivamente. “Ele foi secretário de relações institucionais e da casa civil, sendo homem de confiança do governador. Agora, no desespero, ele vem com esta história de Nova Bahia e olhar para frente. Quer enganar quem? Está com vergonha de quê mesmo?”, provoca Aleluia.
Atenção:

Fonte: Política Livre

Marina empata com Aécio no 1º Turno e vence Dilma no 2º Turno afirma pesquisa Datafolha


Pesquisa é 1ª com Marina em cenário como possível substituta de Campos.
No levantamento anterior, Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Campos, 8%


Datafolha -18/08/2014 (Foto: Editoria de Arte / G1)
Pesquisa feita pelo Datafolha para o jornal "Folha de S.Paulo" divulgada na edição desta segunda-feira (18) mostra Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto para presidente, seguida de Marina Silva (PSB), com 21%, e Aécio Neves (PSDB), com 20%.
É a primeira pesquisa que inclui um cenário em que a ex-senadora Marina Silva é o possível nome do PSB no lugar do ex-governador Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira (13), em um acidente de avião. O PSB ainda não definiu se Marina será a candidata substituta, mas lideranças dão a escolha como certa.
No levantamento anterior do Datafolha, realizado nos dias 15 e 16 de julho e divulgado no dia 17, Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Eduardo Campos, 8%.
O percentual de entrevistados que disseram não saber em quem votar ou que não responderam foi de 14% em julho e agora atingiu 9%. Brancos e nulos eram 13%; agora são 8%. O quarto colocado na pesquisa, pastor Everaldo (PSC), aparece com 3% das intenções de voto; no levantamento anterior, tinha os mesmos 3%.
A pesquisa mostra que, se a eleição fosse hoje, haveria segundo turno: Dilma teria 36% contra 46% da soma dos demais candidatos. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 36% contra 36% dos demais, o que indicava uma incerteza sobre a necessidade de segundo turno.
O resultado da atual pesquisa mostra que, se for confirmada candidata do PSB no lugar de Campos, Marina começa a campanha em situação de empate técnico com Aécio Neves, numericamente à frente do tucano: 21% a 20%, dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais.
Marina larga também em situação de empate técnico com Dilma na simulação de segundo turno: Marina com 47% e Dilma com 43%. O Datafolha não pesquisou um cenário entre Marina e Aécio. No cenário entre Dilma e Aécio, a petista tem 47%, e o tucano, 39%.
O levantamento foi encomendado pelo jornal “Folha de S.Paulo”. O Datafolha ouviu 2.843 eleitores em 176 municípios nos dias 14 e 15 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro.
A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00386/2014.
Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):
Dilma Rousseff (PT): 36%
Marina Silva (PSB): 21%
Aécio Neves (PSDB): 20%
Pastor Everaldo (PSC): 3%
José Maria (PSTU): 1%
Eduardo Jorge (PV): 1%
Luciana Genro (PSOL): 0%
Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
Eymael (PSDC): 0%
Levy Fidelix (PRTB): 0%
Mauro Iasi (PCB): 0%
- Brancos/nulos/nenhum: 8%
- Não sabe: 9%
Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:
- Marina Silva: 47%
- Dilma Rousseff: 43%
- Dilma Rousseff: 47%
- Aécio Neves: 39%
O Datafolha não realizou a simulação de uma disputa entre Aécio Neves e Marina Silva.
Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Confira abaixo:
- Dilma Roussef: 34%
- Aécio Neves: 18%
- Pastor Everaldo: 17%
- Zé Maria: 16%
- Eymael e Levy Fidelix e Rui Costa: 13%
- Marina Silva, Luciana Genro e Mauro Iasi: 11%
- Eduardo Jorge: 10%
Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 38% dos eleitores – no levantamento anterior, divulgado em 17 de julho, o índice era de 32%. O percentual de aprovação considera os entrevistados que avaliaram o governo como "bom" ou "ótimo". A pesquisa mostra ainda que o índice dos que desaprovam a gestão, ou seja, consideraram o governo "ruim" ou "péssimo", foi de 23% (era 29%). Dos ouvidos, 38% consideram o governo como "regular" (mesmo percentual anterior).
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
- Ótimo/bom: 38%
- Regular: 38%
- Ruim/péssimo: 23%
Atenção:


Fonte: G1

COMENTE: